CONTRAPONTO TONAL A DUAS VOZES - Guilherme Ribeiro

Economize 20% na promoção Volta às Aulas!
De: R$ 49,99
por apenas: R$ 39,99
APROVEITE!

Disponibilidade: Em estoque

Código: SL-GR

Editora: Souza Lima

Idioma: Português

Autor/Artista: Guilherme Ribeiro

Instrumento: Todos os Instrumentos

Formato: Livro - Partitura - Cd

Elaborado pelo pianista Guilherme Ribeiro. Baseado nos estudos de Johann Joseph Fux, este livro introduz os conceitos básicos da construção melódica através do estudo do contraponto tonal a duas vozes.


ACOMPANHA CD


45 Páginas
Editora Souza Lima
Acompanha Cd

O desenvolvimento da música ocidental, que vai desde o surgimento da polifonia, passando pelo abandono dos modos eclesiásticos e fixando-se no jônio e no eólio (que, por sua vez, se tornariam os modos maior e menor), bem como o aparecimento da sensível e sua resolução melódica que caracteriza o sistema tonal, acabou por chegar ao período Barroco com uma textura muito particular. O enlace e entrelace das vozes e também a sonoridade de suas coincidências verticais, fariam com que os compositores buscassem e consolidassem o que ficou conhecido como a Harmonia e o Contraponto.

Em 1725 o austríaco Johann Joseph Fux (1660-1741) sistematizou o estudo do contraponto com a publicação do seu tratado Gradus ad Parnassum. Fux organiza o material em cinco categorias ou espécies e, gradativamente, introduz as dificuldades rítmico-intervalares na construção e na combinação de melodias. Assim surgiu um dos métodos mais conhecidos e utilizados para se praticar o contraponto. Consequentemente, ao longo dos períodos que se seguiram na história da música ocidental, o contraponto desenvolveu-se e incorporou características e possibilidades advindas da prática musical. É importante observar que são várias as abordagens didáticas para o estudo do Contraponto. Algumas regras variam de autor para autor e, neste sentido, em muitas ocasiões não há um consenso sobre as mesmas. Baseado na metodologia de Fux, este livro presta-se a introduzir os conceitos básicos da construção melódica através do estudo do Contraponto Tonal a Duas Vozes. Partindo da compreensão e construção do Cantus Firmus e seguindo até o Contraponto Livre, o livro procura abordar de forma teórica os conceitos que envolvem o estudo, ilustrando as possibilidades e regras através de exemplos específicos no decorrer dos tópicos. Ao final de cada tópico, foram colocados quatro exemplos de contrapontos realizados com as respectivas versões registradas em áudio no CD que acompanha o livro.

Sobre o autor:
Guilherme Ribeiro, pianista, tecladista, acordeonista e compositor formado em piano erudito pelo Conservatório Pio XII da Universidade do Sagrado Coração em Bauru (SP) e em "Música Popular" pela UNICAMP. Estudou com Hilton Valente (Gogô), Bebeto Von Beutner e Amilton Godoy. Tocou ao lado de Vinícius Dorin, Duda Neves, Léa Freire, Teco Cardoso, Celso Pixinga, Hector Costita, Oswaldinho do Acordeon, Herivelton Silva, Roberto Menescal, Bob Wyatt, Robertinho Silva, Nenê, Céu, Mariana Aydar, Bocato, Vanessa da Mata, Fabiana Cozza, Dominguinhos, Maria Alcina, Moraes Moreira, Humberto Teixeira, Tom Zé, Luiz Melodia, Marcos Valle, João Bosco, Nelson Faria, Arnaldo Antunes, Dona Ivone Lara, dentre outros. Foi pianista integrante da SoundScape Big Band Jazz durante quatro anos. Atualmente é integrante do grupo da cantora Céu, dentre outros projetos. É professor de piano, acordeon, contraponto e prática de conjunto do Conservatório Souza Lima Berklee.